Estado quer 50 cabines de higienização no Metrô e na CPTM

Em tempos de pandemia, cenas com aglomeração passaram a ser alvos de críticas por parte da sociedade, e no transporte coletivo, as cenas continuam sendo comuns, ainda que os sistemas estejam transportando menos passageiros que o habitual.

Como tentativa de tentar amenizar estes cenários, o Governo de São Paulo, por meio da Secretaria dos Transportes Metropolitanos – STM, pretende instalar 50 cabines de higienização em estações do Metrô e da Companhia Paulista de Trens metropolitanos – CPTM. A informação é do secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em entrevista concedida essa semana à Rádio Bandeirantes.

De acordo com o titular da pasta, o programa foi iniciado com 18 equipamentos, e atualmente em torno de 33 paradas contam com os maquinários.

A cabine, semelhante a um túnel com cerca de três metros, possui um sensor de presença que aciona borrifadores com clorexidina aprovada pela Anvisa, uma solução hidroalcoólica higienizante, eficaz contra bactérias, fungos, leveduras e vírus. O equipamento está disponível aos passageiros durante todo o horário de funcionamento das estações por conta de a uma parceria do Governo do Estado de São Paulo com a Neobrax.

Fonte: https://viatrolebus.com.br/2020/07/estado-quer-50-cabines-de-higienizacao-no-metro-e-na-cptm/